Saúde cada vez mais próxima…ainda que ao longe

Saúde cada vez mais próxima…ainda que ao longe

No webinar que a Abreu Advogados promoveu este mês sobre o futuro digital da saúde, o presidente da APHP afirmou que uma das implicações imediatas desta pandemia de COVID-19 foi a inequívoca valorização do diálogo digital, em especial da telemedicina.

«Pelas conclusões que já é possível tirar, nas dezenas de milhares de teleconsultas realizadas pelos hospitais privados nos últimos meses, as especialidades de Medicina Geral e Familiar, Dermatologia, Pediatria, Imunoalergologia e Psiquiatria foram as que tiveram maior procura, com vários milhares de médicos a aderirem e um nível de satisfação declarada dos doentes bastante elevada», revelou, então, Oscar Gaspar, que desenvolveria o tema em artigo de opinião publicado pela Health News.

Para Oscar Gaspar, tendo em conta os constrangimentos impostos pelo contexto de pandemia, bem como pelo receio da população, o estado de saúde dos portugueses «seria ainda muito mais grave se não se tivesse recorrido a novas plataformas para interagir e cuidar dos cidadãos. Note-se que várias entidades acionaram e promoveram soluções específicas, que passaram, por exemplo, pela avaliação de sintomas online, pela disponibilização de consultas por telefone ou videochamada e o apoio e acompanhamento por via remota».

Para o presidente da APHP, o digital pode (e deve) melhorar as condições de acesso, a qualidade da prestação e a geração de valor em saúde, mas também é uma poderosa ferramenta para a sustentabilidade dos sistemas de saúde.

Partilhe

Deixe uma resposta