Hospitais privados revêm carreira dos enfermeiros e aumentam salários em 3%

Hospitais privados revêm carreira dos enfermeiros e aumentam salários em 3%

17 de fevereiro | 2022

A Associação Portuguesa de Hospitalização Privada (APHP) e o Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) chegaram a acordo e assinaram hoje a revisão do contrato coletivo de trabalho, que assegura aumentos salariais para um universo direto de 4.200 enfermeiros dos hospitais privados portugueses e melhora o enquadramento da função.

A categoria profissional de enfermeiro passa a contemplar cinco níveis:
a) Enfermeiro de ingresso;
b) Enfermeiro;
c) Enfermeiro assistente I;
d) Enfermeiro assistente II;
e) Enfermeiro assistente III
enquanto a categoria profissional de enfermeiro perito engloba dois níveis:
a) Enfermeiro perito graduado;
b) Enfermeiro perito graduado sénior.

Em termos remuneratórios, este acordo estabelece um aumento médio de 3% das retribuições e um ajuste do valor diário do subsídio de alimentação, que sobe para 5,8€. Estas alterações aplicam-se retroativamente, a partir do dia 1 de janeiro de 2022.

No momento da assinatura, o mandatário do SEP reconheceu que «as suas propostas tiveram uma resposta positiva da APHP, pela alteração do paradigma das compensações inerentes ao trabalho dos enfermeiros e agora introduzidas no CCT, comportando maior justiça e equidade na estrutura remuneratória e, concomitantemente, construindo-se uma carreira mais digna para os enfermeiros da hospitalização privada».

Para Oscar Gaspar, presidente da APHP, «o reconhecimento e valorização dos profissionais de saúde, e neste caso concreto dos enfermeiros, é absolutamente fundamental para que os hospitais privados continuem a prestar serviços de excelência e contribuam de forma decisiva para a saúde dos portugueses».

Sobre a APHP
Em representação de 90% dos hospitais privados nacionais, a APHP, que assinalou 50 anos de atividade em 2021, defende a criação de um sistema de saúde que assuma características de pluralidade de prestação, competitividade, eficiência e liberdade de escolha da unidade de saúde. No iniciou de 2022 aderiu à Federação Internacional dos Hospitais (FIH), onde estão representados Ministérios da Saúde de vários países, associações nacionais de hospitais, grupos hospitalares e associações profissionais.

Partilhe

Deixe uma resposta