Hospitais privados representam inovação e acesso à Saúde

Hospitais privados representam inovação e acesso à Saúde

Dos associados da APHP, há muitas e boas novidades. Nos Açores, o HIA representa inovação nas cirurgias. A rede CUF prepara-se para chegar a Leiria. O grupo Lusíadas Saúde estreia cirurgia robótica. E a Luz Saúde organiza o seu 1.º Congresso Nacional de Cirurgia.

 

HIA realiza cirurgias pioneiras nos Açores

Em entrevista ao Açoriano Oriental, a 26 de setembro último, o presidente do conselho de administração do Hospital Internacional dos Açores (HIA), Luís Miguel Farinha, referenciava, a respeito dos primeiros seis meses de atividade do hospital, que o HIA realizara «25 mil consultas programadas e 700 cirurgias». A primeira cirurgia realizou-se a 21 de março e, desde então, muitas se seguiram de carácter pioneiro. Em abril, a primeira cirurgia torácica com técnica Uniportal realizada nos Açores. Em maio, a primeira cirurgia cardíaca e a primeira cirurgia com Circulação Extra-Corporal realizadas nos Açores. Em junho, a primeira cirurgia de Vitrectomia. Em setembro, para além da introdução do protocolo “Fast Track”, o HIA realiza nova cirurgia inovadora na região, a Transferência Endoscópica do Tendão do Longo Flexor do Hallux. A primeira Craniotomia do HIA foi realizada em outubro e, este mês, efetuou uma cirurgia de Estenose Aórtica com recurso à técnica TAVI (Thranscatheter Aortic Valve Implantion).

 

Rede CUF chega a Leiria

A rede CUF continua a crescer e, em 2025, integrará uma unidade hospitalar em Leiria. Com um investimento de 50 milhões de euros, o futuro Hospital CUF Leiria vai criar mais de 300 postos de trabalho, na Urbanização da Quinta da Malta, local onde já a partir de 2022 irá nascer uma Clínica CUF. O projeto, em parceria com o grupo local Mekkin, prevê que o futuro Hospital CUF Leiria disponibilize, a uma área de influência de mais de meio milhão de habitantes, uma oferta clínica diferenciada, equipamento e tecnologia de diagnóstico e tratamento de última geração, capaz de responder aos casos mais complexos. A nova unidade hospitalar terá uma área de mais de 12 mil m² e contará com mais de 30 camas de internamento, incluindo uma Unidade de Cuidados Intermédios, três salas de Bloco Operatório e 34 gabinetes de consulta.

 

Hospital Lusíadas Lisboa estreia-se na cirurgia robótica

O Grupo Lusíadas Saúde decidiu apostar na aquisição de um sistema Da Vinci. «Maior rapidez, mais precisão, melhor recuperação e menos sequelas» são, para o Hospital Lusíadas Lisboa, os benefícios da cirurgia robótica que este sistema permite e que estreou este mês na sua Unidade de Cirurgia Geral. O sistema pode ser aplicado em diversas áreas, como o tratamento do cancro da próstata ou do reto e ainda em cirurgias urológicas ou gastrointestinais. Para o Grupo Lusíadas Saúde, a aquisição do novo aparelho é um «investimento na inovação», já que combina a cirurgia minimamente invasiva tradicional com a utilização de um dispositivo robotizado.

 

Luz Saúde organiza 1.º Congresso Nacional de Cirurgia

A 17 e 18 de dezembro de 2021, o Grupo Luz Saúde vai organizar a 1.ª edição do seu Congresso Nacional de Cirurgia. Dirigido a médicos especialistas das áreas cirúrgicas, médicos internos da especialidade, enfermeiros e estudantes de Medicina, o evento decorrerá no Auditório do Hospital da Luz Lisboa. O Congresso vai contar com a presença de especialistas nacionais, “reconhecidos pela sua experiência em áreas específicas da Cirurgia, em conjunto com as suas equipas multidisciplinares que se dedicam diariamente às áreas cirúrgicas nas unidades do Grupo Luz Saúde”. Os vários especialistas irão discutir os desafios clínicos, diagnósticos e cirúrgicos, novas abordagens e padrões de atuação state-of-the-art em diferentes áreas de patologia em mesas redondas, painéis de discussão e sessões científicas para médicos internos e especialistas das múltiplas áreas cirúrgicas.

Partilhe

Deixe uma resposta