Covid-19 | APHP propõe plano extraordinário para cuidar de cidadãos com outras patologias

Covid-19 | APHP propõe plano extraordinário para cuidar de cidadãos com outras patologias

Desde o início da fase de mitigação da pandemia de COVID-19, a 26 de março, e de acordo com as regras da DGS, os hospitais privados portugueses atenderam 3.882 cidadãos com suspeita de infeção.

À data de hoje estão internados nos hospitais privados 129 doentes com COVID-19, nove (9) dos quais nos cuidados intensivos. Há a lamentar o falecimento de 9 cidadãos diagnosticados com esta infeção.

Numa fase em que há algum aplanar da curva da infeção, os hospitais privados recordam a sua disponibilidade para reforçar a colaboração com o SNS.

Nos últimos dias tem havido múltiplas notícias sobre o cancelamento em massa de exames de diagnóstico, consultas e cirurgias o que preocupa sobremaneira os cidadãos de doença crónica ou os que se angustiam por saber a sua situação de saúde. Face a esta situação, a APHP sugeriu um programa extraordinário de colaboração para atender os portugueses com outras patologias cujo acompanhamento ou cirurgias estão a ser adiadas.

Segundo Oscar Gaspar, presidente da APHP «as doenças não desaparecem nem são adiadas com a COVID-19, pelo que, com garantia das condições de segurança, há que retomar exames e preparar uma recuperação da atividade que se atrasou. Para esse fim, o SNS pode contar a com total colaboração dos hospitais privados».

Partilhe

Deixe uma resposta