Conferências de maio

Conferências de maio

Foram muitas e variadas as conferências e seminários sobre Saúde neste mês de maio, de que destacamos:

3 de maio

Conferência “Sustentabilidade em saúde”, dinamizada pela Abbvie/TSF/Diário de Notícias

O Prof. Pedro Simões Coelho apresentou o Índice de Saúde Sustentável reportado a 2021. Regista-se uma forte recuperação em relação a 2020, mas é consensual que ainda há muito a fazer e que os cidadãos estão particularmente preocupados com o acesso aos cuidados de saúde. O presidente da APHP reiterou a necessidade de investir cada vez mais na saúde «porque temos uma população cada vez mais idosa e a necessitar de cuidados». Para Oscar Gaspar, «tal como acontece na generalidade dos países, deveria haver uma articulação e complementaridade entre o SNS e os operadores privados, para aumentar a oferta em saúde e irmos ao encontro das necessidades das pessoas. Por outro lado, não se pode perder a oportunidade de fazer uma transição digital na saúde, com interconetividade entre instituições e acesso das pessoas aos seus dados de saúde».

12 de maio

Conselho Estratégico Nacional de Saúde da CIP em audição no Parlamento

A propósito do Orçamento do Estado, este órgão representativo da CIP, onde está representada a APHP através do seu presidente, defendeu no Parlamento que «é necessário acabar com o subfinanciamento crónico do SNS de modo a reforçar o acesso dos portugueses à saúde, dar transparência aos fluxos financeiros e estabilizar a relação com todos os agentes do setor».

13 de maio

Conferência da Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares (APAH)

Oscar Gaspar, Rosa Matos, Luis Goes Pinheiro, Filipa Fixe e Ana Sampaio debateram a transição digital na área da Saúde. Revelou-se consensual a ideia segundo a qual os dados são dos cidadãos e que a transição digital deve permitir aumentar o acesso e orientar os serviços de Saúde para os cidadãos. Para Oscar Gaspar, presidente da APHP, «a interoperabilidade das instituições e dos sistemas é essencial e mesmo a Comissão Europeia já definiu que os dados de saúde dos cidadãos devem estar disponíveis, a seu pedido e salvaguardando as questões de segurança, em qualquer instituição e em qualquer país. O sistema de saúde está em mudança».

25 de maio

Conferência “Act now for human health”

O presidente da APHP, participou na Leading People International HR Conference, que decorreu em Cascais e debateu “Saúde e Trabalho – Uma Relação de Força e Fraqueza”. Oscar Gaspar evidenciou a necessidade de reforçar o diálogo social, também sobre as questões da saúde, já que a saúde dos colaboradores é absolutamente essencial para as empresas. Recordou ainda que o seguro de saúde é o benefício mais valorizado pelos trabalhadores.

Partilhe

Deixe uma resposta