Clinigrande acolhe atividade cirúrgica do Hospital de Leiria

Clinigrande acolhe atividade cirúrgica do Hospital de Leiria

Em função das obras no bloco operatório central do Hospital de Santo André, em Leiria, parte da atividade cirúrgica desta unidade de saúde do SNS vai ser, transitoriamente, realizada na Marinha Grande, em instalações da Clinigrande, associado da APHP.

«Esta parceria resulta da adjudicação da empreitada de remodelação e expansão do recobro do bloco operatório central do Hospital de Santo André, que terá a duração de vários meses e que condicionará grande parte da sua atividade cirúrgica», assegurou, em comunicado, o Centro Hospitalar de Leiria (CHL), que também celebrou um acordo semelhante com a Santa Casa da Misericórdia de Leiria – Hospital Dom Manuel de Aguiar.

Segundo o CHL, «a subcontratação da atividade cirúrgica em regime de locação de instalações terá um caráter excecional, que entra em vigor no próximo dia 01 de novembro e termina no final de maio de 2022».

«Este é mais um bom exemplo da colaboração estreita que pode e deve existir entre setor público e setor privado, tendo sempre em consideração o superior interesse do cidadão, da garantia do seu acesso à Saúde», analisa Oscar Gaspar, presidente da APHP.

O protocolo com a Clinigrande estabelece a realização de atividade cirúrgica programada, em regime de ambulatório (preferencialmente) ou em regime convencional. A Clinigrande cede ao CHL o direito de utilização de até 12 camas para recobro/internamento dos doentes intervencionados.

Fundada nos anos 60 e licenciada pela Direção Geral de Saúde desde 2004, a Clinigrande está vocacionada para a prestação de cuidados diferenciados de saúde. Dos internamentos de medicina e cirurgia às consultas de clínica geral e de especialidade, com passagem pelos exames complementares de diagnóstico. Está também licenciada para a prestação de serviços externos de saúde do trabalho.

Partilhe

Deixe uma resposta