PPP na Saúde, um sucesso inconveniente?

O relatório do Tribunal de Contas (TdC), de 14 de maio, revela que «os hospitais em PPP estão completamente integrados no SNS e geram poupanças para o Estado» e que os seus utentes «estão protegidos por padrões de qualidade mais exigentes do que os aplicados na monitorização dos hospitais de gestão pública». Porém, nunca como agora, as PPP da Saúde estiveram em risco de extinção.
«Em 2018, as PPP dos Hospitais de Braga (€2.280), de Loures (€2.815) e de Vila […]

Ler mais..

APHP considera que PRR é do Estado para o Estado

A APHP considera não ser admissível que o Plano de Recuperação e Resiliência exclua a hospitalização privada da componente de Saúde e não a tenha em consideração quando está em causa estimular a resiliência do sistema de Saúde, num contexto em que se evoca a necessidade dos setores público, privado e social trabalharem “ombro a ombro”. Conheça aqui a posição que a APHP já submeteu na plataforma oficial da consulta pública do documento.

Ver Mais

Ler mais..

APHP tem expetativa de parceria estratégica com a ADSE

Da reunião entre a direção da APHP e o novo Conselho Diretivo da ADSE, realizada no dia 23 de junho, resulta uma nova expetativa de diálogo, atendendo ao caráter estratégico da parceria entre os prestadores privados e aquele subsistema de saúde.
Após a natural apresentação de cumprimentos mútuos entre órgãos recém-eleitos, o encontro com a nova presidente do Conselho Diretivo da ADSE, Maria Manuela Faria, permitiu focar no modelo de relação da hospitalização privada com a ADSE e nas diversas […]

Ler mais..

APHP defende necessidade de rever condições das convenções com o SNS

A APHP, que desmente a existência de denúncias de convenções por parte dos seus associados, tem reiterado a total disponibilidade dos hospitais privados para articularem e reforçarem serviços com o SNS, mas considera que não é admissível nem justo que se pretenda manter, nesta fase extraordinária, as condições que existiam antes da pandemia de COVID-19.
Se, por um lado, é expectável que o SNS recorra, como já reconhecido pelo Ministério da Saúde, aos hospitais privados para recuperar o atraso na […]

Ler mais..

APHP pede ao Estado que não contribua para os problemas de tesouraria dos hospitais privados

Em linha com o número 15 da Resolução do Conselho de Ministros n.º 10-A/2020, do dia 13 de março, a APHP tem vindo a realizar um conjunto de contactos com entidades públicas no sentido de solicitar os pagamentos em atraso aos hospitais privados “no mais curto prazo possível”, tendo em conta que a sua atividade foi profundamente afetada, nas últimas semanas, pelo estado de emergência induzido pela COVID-19.

Ler mais..

APHP propõe redução das taxas da ERS

Como as demonstrações financeiras da Entidade Reguladora da Saúde (ERS) denotam um superavit sistemático muito significativo, valor que os operadores têm que suportar e sem reflexo na atividade do regulador, em resultado dos cortes e cativações estatais na ordem dos 43%, a APHP propôs, na última reunião do Conselho Consultivo daquele órgão, uma redução até 50% nas taxas da ERS.

Ler mais..

«O financiamento que cubra as necessidades é absolutamente necessário»

No início deste mês, Oscar Gaspar (OG) foi o convidado do programa «Tudo é Economia», da RTP 3, apresentado pelo jornalista André Macedo (AM). A negociação das novas tabelas da ADSE monopolizou o início da conversa.
O presidente da APHP teve a oportunidade de esclarecer que a ADSE reconhecia que a nova Tabela de Preços e Regras 2018, entretanto publicada, para entrada em vigor no dia 1 de abril próximo, continha erros e imprecisões que careciam de revisão.
Na sequência de […]

Ler mais..

ERS emite parecer favorável a exposição da APHP

No início do mês de janeiro, na sequência de uma exposição da APHP, a Entidade Reguladora da Saúde emitiu um parecer que conclui não existir justificação para redução de preços imposta pelo Governo aos privados com convenções com o Serviço Nacional de Saúde (SNS) para a realização de exames.
No documento pode ler-se que se «desconhece qualquer racional económico e de análise das condições de mercado que justifique reduções nos preços das convenções» para meios complementares de diagnóstico e terapêutica […]

Ler mais..