APHP apresenta hospitais privados portugueses no Congresso Mundial dos Hospitais

APHP apresenta hospitais privados portugueses no Congresso Mundial dos Hospitais

Os hospitais privados portugueses – as suas capacidades terapêutica, tecnológica e formativa – foram apresentados pela APHP no 45º Congresso Mundial dos Hospitais, subordinado ao tema “Global Learnings, Local Actions: Sustainable Healthcare” e organizado pela Federação Internacional dos Hospitais, entre 9 e 11 novembro, no Dubai. A APHP apresentou a oferta das unidades de saúde portuguesas, quer em diversas conferências e no stand da delegação portuguesa, quer através de um vídeo protagonizado pelo presidente da APHP.

«Os hospitais privados portugueses têm uma ampla cobertura nacional. O investimento sistemático em novos hospitais, nas equipas e na atualização da rede, e a inovação tecnológica e terapêutica permitem que através da nossa eficácia e entrega, a desigualdade no acesso aos cuidados de saúde seja combatida e reduzida», referenciou Oscar Gaspar nesse vídeo de apresentação.

Entre as conferências realizadas, destaque para um painel totalmente dedicado aos novos modelos de prestação de cuidados nos países lusófonos. Oscar Gaspar, presidente da APHP, realçou que um hospital não pode só ser visto como um local onde se prestam cuidados, mas sobretudo como uma organização que providencia os adequados cuidados de saúde. Assim, os hospitais têm hoje funções que vão da prevenção e dos cuidados primários até à telemedicina, com passagem pelos cuidados de longa duração.

No Congresso Mundial dos Hospitais foram internacionalmente reconhecidos com menções honrosas o Centro Hospitalar de Entre Douro e Vouga, o Instituto Português Oncologia do Porto Francisco Gentil, o Hospital de Cascais e a Unidade Local de Saúde de Matosinhos.

Na cerimónia de encerramento esteve presente, em representação do Estado Português, o Embaixador nos Emirados Árabes Unidos, Fernando Figueirinhas.

Partilhe

Deixe uma resposta